Desejos profissionais para 2011


Faz um bom tempo que não passo por aqui. E realmente anda bem difícil manter esse espaço. Ainda insisto e já pensei várias vezes em matá-lo de vez. Afinal, nenhum leitor gosta de acompanhar um blog que não se presta a sua função principal.

De qualquer forma, preparei uma listinha com alguns desejos para o ano que se inicia. Tem outros vários, mas que precisariam de contextualização para serem publicados. Seguem sem nenhuma ordem específica. Apenas anotei os que surgiram na cabeça:

– Que os conceitos de métricas qualitativas se consolidem;
– Que o conteúdo relevante seja reconhecido pelas empresas e pelo público em geral;
– Que muitos profissionais de internet deixem de ludibriar seus clientes com febres de mercado;
– Que as empresas entendam que mídias sociais não são comunicação de massa;
– Que as organizações entendam o posicionamento e valor de sua marca antes de usarem as mídias sociais e compararem com uma Starbucks, por exemplo;
– Que retirem de seu vocabulário corporativo as expressões “vamos fazer um viralzinho” e “vamos criar um perfilzinho no Twitter”;
– Que os “especialistas” sejam desmascarados;
– Que blogs com excelente conteúdo ganhem ainda mais força em detrimento do besteirol espalhado por aí;
– Que o Home Office finalmente se torne uma realidade;
– Que a produção intelectual seja reconhecida e valorizada – a um preço justo, claro!
– Que o trabalho em mídias sociais seja integrado a um contexto maior de comunicação corporativa.

Um 2011 cheio de conquistas e realizações para todos nós!

 

2 thoughts on “Desejos profissionais para 2011

  1. Edu,

    ainda que você mesmo diga que o blog está praticamente abandonado, ele segue firme e forte no meu leitor RSS.
    Essa lista aliás, já está devidamente “roubada” e será repassada por mim a todos da minha equipe na nova agência em que iniciarei os trabalhos amanhã!
    Acredito que não apenas desejos, devemos tratar os itens dessa lista como meta, pois nós profissionais desse meio é que temos que tratar não apenas como direitos, mas como dever nosso de mudar e consolidar esse mercado.

    abs

    1. Edu faço minhas as suas palavras de aborrecimento com essa ferramenta que nos exige tanto… no início parece que temos muito o que dizer, depois verificamos que ao contrário do que pensávamos, muito dizem a mesma coisa, de maneiras diferentes, então onde arrumar tempo e criatividade para preencher mais esse espaço?
      Adoro seu blog, não desista!

      abração e bom ano pra nós!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s