Sugestão de pauta 3


Sei que a tarefa é difícil como muitos comentaram no post anterior. Mas continuo na batalha de encontrar alguns caminhos que melhorem o processo de “venda” de pauta para os veículos, quais os melhores exemplos de pauta, e assim por diante. Quem fala agora é o Paulo Toledo Piza, ex-G1 e atualmente freelancer do canal Cotidiano da Folha Online.

“Para mim, uma boa sugestão de pauta é aquela que tem a ver com a editoria em que trabalho. Recebo quase que diariamente e-mails com sugestões de pauta sobre lançamentos de livros, CDs, DVDs, cabines de cinema, e até de buffet de casamento; tais pautas seriam muito interessantes se eu fosse repórter de cultura, mas trabalho na editoria de Cotidiano. Quando vejo que é algo muito interessante, aviso meus colegas de Ilustrada. Mas geralmente deleto o e-mail, para limpar a caixa de entrada. No caso de Cotidiano, me interessa muito pautas ligadas a saúde, trânsito, segurança, tempo, entre outros assuntos relacionados à editoria.

As sugestões de pauta devem seguir aquela regra tão importante do jornalismo que diz que “quanto menos, melhor”. Dessa forma, a boa sugestão de pauta tem de ser bem enxuta, contendo apenas as informações relevantes e respondendo as perguntas básicas: o que, quem, quando, onde, como e por quê.

E, assim como uma reportagem, a sugestão de pauta prende minha atenção a partir do título. No caso dos e-mails, acho ótimo quando o assessor de imprensa coloca no campo “assunto” uma breve descrição do que se trata a pauta. Um exemplo: “CET interdita trecho da Av. Paulista durante o feriado de Tiradentes”. Simples e direto. Bem melhor do que “CET interdita avenida no feriado”.

Depende do tipo de sugestão de pauta. Se for uma chamada para coletiva, acho que o telefone e o e-mail devem funcionar em conjunto – o primeiro para alertar o jornalista e o segundo para lembrá-lo da pauta. Em casos de pautas menos urgentes, como sugestões de entrevistas com especialistas, o e-mail basta. Apenas o telefone acho ruim, pois, além de atrapalhar o repórter quando este está fazendo uma matéria, corre-se o risco de ele esquecer e/ou não repassar a pauta para seus colegas de editoria.

A sugestão tem de ter relação com a editoria. Pautas sobre crimes, acidentes de trânsito, interdições de vias, mudança de tempo na cidade, epidemias, entre outras, sempre atraem a atenção. Pequenos assuntos, como curiosidades sobre a cidade, personagens diferentes, lugares pouco conhecidos também são interessantes.

Sempre uso o olhar de leitor para avaliar as sugestões de pauta. Leio e penso: clicaria numa reportagem sobre isso? Compraria um jornal/revista para ler a respeito desse assunto? Também uso os critérios de noticiabilidade, como notoriedade do assunto, proximidade com o leitor e relevância social. Um crime tão comum em São Paulo, como o roubo de um carro, por exemplo, será noticiado por mim somente se o veículo levado for um modelo raro (como uma Ferrari), se a vítima for famosa ou se o ladrão tiver cometido algum deslize durante a ação (como dormir dentro do carro).

Veja também:
Sugestão de pauta 2 – por Fábio Barros, editor-executivo do Computerworld
Sugestão de pauta – por André Borges, repórter do jornal Valor Econômico
Exemplo de sugestão de pauta
Exemplo de sugestão de pauta, ou não

3 thoughts on “Sugestão de pauta 3

  1. Olá. Muito legal essa entrevista, ainda mais para um RP que já envia muitos release por dia aos jornalistas. Penso que enviar pauto no varejo não é a melhor opção, melhor é entender o canal que o jornalista atende e suas características, ou seja, criar uma relação/interação.

    Primeio acesso no blog, muito bom! Já addc no Feed d’Ocappuccino.

    Um abraço,
    Mateus d’Ocappuccino

  2. Oi Mateus, tudo bem?
    Agradeço a visita, comentário e link. Concordo com seu ponto, mas também precisamos entender o lado do assessor que, em sua grande maioria, atende várias contas ao mesmo tempo e não consegue analisar com cuidado veículo por veículo. O canal é outro dilema, já que não há padrão algum. É uma longa discussão!

  3. Prezados,quero fazer uma excelente indicação de pauta Dover Manifold,cantor,ator,compositor e interprete de Nat King Cole,filho do magnifico Cy Manifold e sobrinho do maravilhoso Dave Gordon.Desde já agradeço pela atenção e aguardo um contato.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s