Nicho


Quando o Marco Aurelio assumiu as operações online aqui da editora, o Publisher criou um cargo pouco usual para ele: gerente de evangelização digital. Motivo de piada? Talvez. Vasculhando os blogs, encontrei uma ótima colocação do Giba sobre gestão de comunidades. Ele questiona o fato de algumas grandes empresas não prestarem atenção no que chama de “evangelistas de marca”. Apesar da expressão, nada mais do que aqueles consumidores que “vendem” a empresa no boca a boca, que fazem propaganda de um produto, serviço ou mesmo da marca sem levar nada em troca. Aí é que está.

Por qual motivo as empresas não estimulam esses consumidores. Lembro-me uma vez de navegar no Orkut e encontrar uma comunidade agitada e grande sobre a cerveja Bohemia, algo do tipo “só tomo Bohemia” ou “Eu amo a Bohemia” e por aí vai.

Não sei se a Ambev, detentora da marca, tomou alguma atitude. Mas bem que poderia, ao menos, enviar um kit de copos ou um baldinho para o mediador, tentar entender melhor o comportamento dessa pessoa, questionar o que levava um indivíduo sem o menor vínculo a manter e perder seu tempo falando de uma marca que, na  teoria, não lhe dá nada em troca.

A minha pergunta, na verdade, é: alguma agência de comunicação ou assessoria de imprensa já prestou atenção nesse tipo de iniciativa? Já tentou vender a gestão de comunidades ou monitoramento de redes sociais como serviço? Até agora confesso que não vi nada. Taí uma boa oportunidade e um nicho novo.

Anúncios

6 comentários em “Nicho

  1. Fala Bender, tudo certo?
    Agradeço o comentário. Mas quem sabe disso? O mercado não sabe que existe esse tipo de trabalho. Até agora, mesmo nas grandes, o que vi ainda é muito tímido e parece-me que em fase de testes. Enfim, se puder me passar alguns outros exemplos ou mesmo contatos que lidam com isso, gostaria de bater um papo.
    Valeu
    Abraço

  2. Olá, Eduardo. Acabei caindo aqui por indicação de uma amiga e li o post acima. E já que vc, até pergunta no post, queria comentar contigo. Eu trabalhei em uma agência chamada Imagem Corporativa. Lá, além de fazer um trabalho com esse escopo que vc descreve (porém mais estruturado), existe um departamento só para isso. É uma coordenadora e mais 4 pessoas que, inclusive, tem clientes fixos para esses serviços que vc cita. Entre no site deles http://www.imagemcorporativa.com.br. Não sei se lá vc encontra informações sobre esse serviço, mas, com certeza, vai ter os contatos deles e aí vc entra em contato.

    Um abraço.

  3. Edu, algumas agências sim fazem isso.
    O problema é que a maioria das empresas não se importa. Quase 1 ano atrás publiquei no blog fotos da caixa de um celular e choveu gente em busca de informações técnicas sobre o produto (aparentemente não funciona direito pra transferir MP3). Resultado: bloqueei novos comentários pq. já estava em mais de 100 clientes com dúvida. Informei o fabricante e ele… não fez nada! Até hoje esse post ainda é um dos mais acessados do blog (gente que chega via Google, basicamente). Dá pra acreditar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s