Estudo "di causo" – o jabá 2


Já que estamos falando de jabá, vamos a mais uma situação. Coletiva realizada com sucesso, boa presença dos jornalistas – maciçamente repórteres. Ao final, aquela famosa “lembrancinha” entregue. Um belo ou caro presentinho. De volta à agência, o assessor recebe uma ligação do editor, dizendo que também quer o jabá entregue a seu repórter. Não digam que isso não é verdade, já ouvi essa história de assessores várias vezes. Então, o que responder para esse infeliz? Mandar é a melhor saída para acalmar os ânimos e não se “queimar”? Ou dizer que era só para quem estava presente na coletiva? Resumindo: qual a melhor resposta para o interesseiro?

Anúncios

7 comentários em “Estudo "di causo" – o jabá 2

  1. Essa é a típica situação filha da p…. Mas em se tratando do editor, eu mandaria o jabá prá ele e acenderia uma vela prá que esse infeliz se aposentasse logo. De todo modo, ele é menos pior do que aquele que, ao invés de pedir um jabá, toma o do repórter (também existe, que eu sei).

  2. AH! coitadinho! ele merece também, né! até porque são tão poucos os editores que têm este perfil que acho que não custa nada mandar a tal lembrancinha para o CARA que fica conhecido pelos quatro cantos do jornalismo como o jabazeiro do planeta!

  3. Na boa Ceila e Fabio, tem que ser muito cara de pau para pedir jabá que foi distribuído em coletiva da qual o figura nem participou. É simplesmente ridículo isso. Em relação aos editores que tomam, também sei de alguns casos. É o fim da picada… nossa, que expressão mais velha essa hahahahahahah

  4. Edu, concordo com você que é o fim da picada ficar pedindo. Mas se acontecer comigo, e eu tiver “lembrancinha” sobrando, mando. Se não tiver sobrando, um abraço.

    beijo, Ju.

  5. Que é cara de pau, é, assim como é o fim da picada. Mas que assessor vai ter a manha de se indispor com um editor por causa de um jabá? Manda e é isso aí.

  6. Puts… o cara tem q ser mto cara de pau mesmo. E além de cara de pau, é bem anti-ético. Ah, faça meu favor neh!!!! É fim.
    Mas o problema é que os assessores acabam sempre mandando, ou vão desagradar um editor de “prestígio”??? Acho difícil. É melhor mandar e se segurar para não chamar o cara de folgado.

  7. Gente, manda o presentinho… q mal tem?? Só mais um mala… Querem saber de uma pior?? Coletiva OK, boa presença de jornalistas… e em meio a vários conhecidos, figuras que nunca vimos. São os caras do DEPTO COMERCIAL invadindo a área… e pra não dar presentinho pra eles?? Vou brigar com o cara na frente de todo mundo?? :-))

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s