Fragmentação


Já falei diversas vezes por aqui sobre a tal da fragmentação do público e até mesmo das mídias. Outro dia mesmo coloquei um post tratando da falta de atenção de algumas assessorias de imprensa em relação à internet. Sei, porém, que isso acontece muito por influência dos clientes, que não consideram a web um bom canal de divulgação. Sinto isso diariamente quando tento produzir notas ou matérias específicas para o sites da editora.

Mas o mercado está mudando. Nos Estados Unidos, por conta da crise do setor, alguns jornais e revistas já deixaram de circular em papel e só mantiveram a versão web. Outros meios de comunicação americanos estão entrosando muito bem os dois modelos – papel + bits. Por aqui, ainda não há nada muito parecido, que consiga fazer bem esse mix. Creio que por causa da cultura dos executivos brasileiros. Mas, o que vão fazer? Parar de dar entrevistas só porque a matéria será publicada apenas na internet? Está na hora de acordar e enxergar a web como um meio de comunicação e divulgação importante.

Em uma época em que blogueiros são considerados produtores e distribuidores de conteúdo, as empresas e seus executivos precisam entender que há sim poder de divulgação na internet, de viral, de repercussão. Aqui, o movimento é mais lento, mas já já deve esquentar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s