Web x impresso


É comum assessores de imprensa evitarem pautas que serão tratadas somente na web. Isso acontece muito também pela cultura dos próprios executivos das empresas que elas atendem, de uma geração nada digital e acostumada ao papel. Outra desculpa é o fato de que a informação publicada em uma revista, por exemplo, fica circulando muito mais tempo do que a mesma notícia distribuída na internet.

Não entendo, entretanto, o que justifica vender uma exclusiva para um jornal diário e não para a web. Tomadas as devidas proporções, a forma de tratar o fato em si é muito semelhante. Rápida, objetiva, factual, publicou essa, segue logo para a próxima que o trem continua andando. As coisas, porém, estão mudando.

Segundo uma pesquisa da EyeTrack07, produzida pelo Poynter Institute, descobriu que os leitores on-line lêem 77% do que escolhem. Já compradores de jornais impressos lêem em média 62% do conteúdo de seus veículos. Leitores de tablóides ficam ainda mais atrás, com índice de cerca de 57%. A matéria sobre o estudo pode ser encontrada aqui.

Anúncios

5 comentários em “Web x impresso

  1. Você apura e escreve uma nota para web que vai repercutir pra caramba, chover PVs, etc. Daí vem a maledeta pergunta..

    -Ahhhh (com ar de decepção)! Não vai sair no impresso?

    No veículo que trabalho hoje nunca passei por isso. Mas lembro num outro que já trabalhei que, com entrevista feita, a assessora disse que não era para publicar nada, já que o objetivo da sugestão de pauta era ir para a versão impressa.

    ps. a revista em que eu trabalhava ano dava produto no impresso, só no online, e a nota era sobre um software. É o caso de, pelo menos, conhecer um pouco da revista.

  2. Cara, normal. Isso acontece direto aqui. O pessoal não tem a menor noção de que uma pauta factual não serve para a revista. Isso quando o povo não vê notinha publicada no site e liga pra saber se vai sair também na revista. Sem comentários!
    Abraço e mais uma vez valeu pela vistia e comentário.

  3. O que acontece do outro lado é que as empresas não acordaram AINDA para a internet e “compram” mesmo o que sai no impresso. É cegueira mesmo!!!! E como treinamento sobre a imprensa é vendido à parte e o empresariado (estou generalizando, eu sei) se acha entendido em comunicação…Taí a receita.

  4. Fala Grabriela, tudo certo? Valeu mais uma vez pela visita e comentário. Na verdade creio que isso ainda é reflexo do tal “choque de gerações”. Os executivos, no geral, ainda têm o vício do papel, do impresso e por isso ignoram a internet como uma canal de distribuição de notícias até maior que a revista. Acho que essa pesquisa mostra que o negócio começou a virar.
    Como disse o Perin: “Os macacos velhos também precisam ocupar melhor o seu tempo para obter informações importantes. E isso é agora.”
    Abraço

  5. Concordo, Edu. E não são só os clientes. Vou mais além. Os donos de assessoria (mais velhos) também, em grande parte, preferem ignorar o crescimento da mídia online.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s