Comunicação sem comunicação


O título deste post é imbecil, mas explico. Um dos maiores problemas da comunicação hoje é que a maioria das empresas – a maior parte mesmo – não faz a menor idéia de como funciona uma redação e seu trabalho, muito menos a rotina de uma assessoria de imprensa. Já tentou explicar para a sua vó que você é assessor de imprensa? Ela não vai entender nada. Mas sabe muito bem o que faz um advogado, o que faz um médico, o que faz um otorrinolaringologista, apesar no nome complicado.

Então me pergunto: por qual motivo as entidades, associações, sindicatos, etc, não tentam educar os clientes, explicar o que é o trabalho, como funcionam os processos de uma redação e das agências de comunicação? Isso poderia amenizar muitas crises de relacionamento, exigências absurdas dos assessorados e melhorar a interação entre todos os lados. Com um pouquinho de coordenação e esforço, seria possível educar bastante o mercado. O que acham?

Anúncios

5 comentários em “Comunicação sem comunicação

  1. Eu sempre penso antes de responder qual é a minha profissão… rs pq toda vez que digo que sou assessora de imprensa, vem a pergunta: De onde? Em qual rádio ou tv vc trabalha? rssssss
    O esclarecimento tem q ser mesmo geral!

  2. esse é o meu sonho, minha luta, Du. aliás, o recesso do freelancer aconteceu muito em função dessa falta de colaboração no sentido de esclarecer quem somos, porque somos quem somos. Acho que isso iria melhorar muito a nossa vidinha de merda… fiz vários posts about this no freelancer e imagina se interessou a alguém? hahahahaha, nenhum comentário… uma pena… mas vamos nessa!

  3. Ana Carolina, sei bem o que é isso. Todas as vezes que falo para alguém que sou jornalista, a pessoa já pergunta se trabalho na Globo, na Veja, na Folha. É impressionante. Ninguém sabe que existe um “mundo paralelo” em jornalismo fora do grande circuito. O jeito é tentar explicar!!
    Obrigado pela visita e comentário.
    Abraço

  4. É Ceila, o buraco é mais embaixo. Estou com uma pauta prontinha pro blog aqui com uma entrevista a ser feita com o Sindicato de SP. Vamos ver no que dá. Mas que o mercado é muito relapso, isso você já comprovou no seu blog. Vamos tentar fazer uma força.
    Abração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s