Jornalista x patrão


Recebi hoje um artigo que trata dessa relação. Acho que vale a discussão. Vejam um trecho:

Em entrevista dada a Paulo Henrique Amorim no final de outubro, Mauro Santayna, colunista da Carta Maior, disse, com rara propriedade: “No meu tempo, os jornais eram solidários com o povo, hoje os jornais são solidários com os banqueiros. Vou ser mais duro: são os jornalistas. Poucos jornalistas conseguem manter o sentimento de solidariedade com o povo brasileiro”. Foi bastante reconfortante e animador ler essas falas de Santayana, pois há muito venho fazendo essa mesma reflexão. Entretanto, pelo meu diagnóstico, o que está em falta no mercado (e nos espíritos), além, claro, da solidariedade, é a boa e velha dignidade e um pouco de compaixão – isso não só nos jornalistas em particular, mas nos membros da nossa elite em geral. E creio não estar de todo errado nesse meu diagnóstico.

O texto completo pode ser lido aqui. Comentem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s