Do outro lado da linha


Vou mais uma vez abrir espaço para as cagadas do povo de redação. No Língua de Trapo, do colega Alexandre Carvalho, há uma história ótima. Vale a pena a visita.

Anúncios

Um comentário em “Do outro lado da linha

  1. Um dia, eu juro, ainda vou escrever um livro reunindo material desse tipo, vindo dos dois lados do “balcão”.

    Para facilitar a procura de quem acessar este blog meses depois, o link direto para o episódio da sexta-feira passada é este aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s