Prazer?


Comunicação precisa ser direta e objetiva. Ok, o pessoal podia não gostar do funcionário, mas não precisava apelar assim. Clique na imagem para ampliar e dê boas risadas com essa colaboração enviada pela Anna Lucia França.

Anúncios

4 comentários em “Prazer?

  1. Edu, eu não conhecia seu blog. Cheguei a ele por sugestão do leitor Alexandre Carvalho.

    Segue, por sugestão do Alexandre, minha humilde contribuição para o seu blog. Publiquei o texto abaixo no meu blog (www.pandinigp.blogspot.com). Use como quiser…

    Abraços,

    LAP

    PARA RIR UM POUCO…

    Camaradas, todos os dias recebo dezenas de releases de pilotos das mais diversas categorias. Alguns são plenamente aproveitáveis, outros não, e uma minoria tem “notícias” as mais ridículas possíveis. Mesmo estes eu relevo, em respeito principalmente ao colega que precisa enviar alguma coisa (ainda por cima positiva) sobre seu cliente. Às vezes não é fácil, como eu mesmo já provei na pele várias vezes.

    Mas o release que recebi e transcrevo abaixo excedeu qualquer qualificação. Por respeito (pena?) aos personagens envolvidos, omito nomes. Não vou me dar o trabalho de apontar os erros de português no texto, mas não resisti a fazer algumas observações, apresentadas entre cochetes. Divirtam-se…

    “X” é nova assessoria de imprensa do piloto Fulano na Inglaterra

    “A ‘X’ Assessoria e Comunicação estará a cargo da assessoria de imprensa do piloto brasileiro Fulano em 2006, que realizará a temporada 2006 na Fórmula Ford Inglesa, categoria Midlands & South (BRSC).

    ‘Fulano’ realizou a primeira etapa da temporada 2006, terminando em um ótimo 5o. lugar em sua estréia.

    “Segue abaixo perfil do piloto: “Morando na Inglaterra desde o ano de 2002 trabalha na Palmer Sport como instrutor de corrida. Se orgulha de fazer as coisas que mais gosta: pilotar e ensinar a pilotar. Isso fortalece sua certeza de ter feito a escolha certa em 1994, quando iniciou sua carreira fazendo o Curso Marazzi de Pilotagem.

    “Terminado o curso, trabalhou na escola como mecânico e auxiliar nas aulas ainda por dois anos. Em 1998 na Super Stock conseguiu fazer apenas quatro corridas do total de onze do Campeonato Brasileiro. [Nunca existiu Campeonato Brasileiro de Super Stock.] Sem patrocínio, trabalhando sózinho, era piloto, mecânico, e tinha como maior incentivo apenas a vontade de vencer.

    “Terminou em sexto lugar na classificação geral na frente de muitos pilotos com estrutura completa e que fizeram todas as provas. “Nos anos de 99 e 2000 participou da Força Livre, no entanto o baixo orçamento aliado a problemas com o carro, fez Fulano amargar maus resultados. [A mesma velha história de outros releases. Se fossem noticiados todos os pilotos sem patrocínio ou sem carro competitivo, não haveria outra coisa na mídia…] Vem desta fase duas corridas sensacionais. A primeira Fulano larga em último lugar. Em sete voltas estava em terceiro na sua categoria e em décimo na geral. [Quantos carros largaram, mesmo?…] A segunda história muitos custam a crer. Fulano comovido pela luta de um piloto e seu mecânico, que teimavam em correr com um Monza Hatch compra a idéia e largam em penúltimo nos 500 km de Interlagos. “Quando eu passava na reta via as pessoas apontando o carro e dando risadas, acenando com as camisas. Éramos uma piada na corrida”.

    “Mas, corridas acabam somente depois da bandeirada. Faltando pouco tempo para terminar a corrida cai uma forte chuva. “O Beltrano [não há no texto o nome completo de Beltrano, só o prenome…] quase pulava na pista para que eu parasse e trocasse os pneus. Mas eu achei que dava para continuar. O Monza agora parecia um carro rápido com pouco grip.” [Uau! É o brasileiro que falta na Fórmula 1: sob chuva, consegue fazer o carro andar rápido, mesmo com pouco grip – aderência, para os não-iniciados.] “No final da corrida, a frente de Omegas, Opalas e outros carros superiores em todos os aspectos, o Monza passa pela bandeira quadriculada sendo agitada em segundo lugar.”

    [Última observação: os resultados oficiais não mostram nenhum Monza terminando em segundo lugar nos 500 Km de Interlagos em 1999, nem em 2000. Se o resultado foi obtido “na categoria”, o texto precisaria informar isso para não passar por empulhação.]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s