Em moda


Depois do sumiço, tô de volta. Vejam o mais recente vício dos executivos e dos assessores. Aquela velha história do “comprometimento/compromisso com alguma coisa” está de volta. Peguei essas só dos três últimos dias – é sério mesmo. Sinceramente, acredito que o tal “compromisso”, e/ou suas variações, deveria ser intrínseco em uma empresa que se preza. Não há necessidade de lembrar isso em todos os releases. Acho que esse povo está precisando mesmo é se comprometer, sexualmente falando. Alterei os nomes das pessoas, empresas, produtos, serviços, etc…

Vou oferecer os serviços de meu “Caboclo Escrivinhador” – aquele que uso para redigir as matérias quando não consigo tirar nada da cabeça – aos assessores de imprensa. Seguem os exemplos:

Segundo Chiquitita, o sucesso dessa missão, depende do envolvimento e comprometimento de um crescente número de profissionais. “Mais do que ampliar o número de empresas integrantes do ETETET, queremos a participação dos associados em nossos eventos, comitês e grupos de trabalho”, explica.

Nas palavras de Kiko, co-diretor executivo da Turn Around: “Estamos cada vez mais entusiasmados por sermos parte do processo de desenvolvimento da Turma do Gueto. Com o software XPTO, estamos vendo algumas melhorias significativas no desempenho. Os avanços em animação de personagens têm reafirmado nosso comprometimento com XPTO como nossa plataforma de desenvolvimento básica.”

“Temos uma política de valorização pessoal aliada a práticas de responsabilidade social e comprometimento com a comunidade – fatores importantes para quem busca construir um sólido histórico profissional”, afirma Chaves, diretor de recursos humanos da Mico do Brasil.

“Esta iniciativa reforça o nosso comprometimento com o mercado angolano e com os nossos clientes, e mostra que não estamos atuando de forma aventureira e sim que possuímos uma estratégia de longo prazo para atuação no país”, afirma Seu Madruga, Sócio-Diretor da Vila Chicória e responsável pela implementação da nova unidade.

“A aquisição da Dona Flor é outro passo importante na valorização de nosso compromisso de garantir aos nossos clientes o melhor em soluções de CPM”, afirma Nhonho, presidente e CEO da Unidos do Caralho a Quatro

“A aquisição mostra nosso comprometimento com os provedores de serviço em desenvolver e trazer inteligência para as redes IP”, diz Al Pacino, vice-presidente sênior da Taxi Driver Company.

RECADO – CADÊ AS VOTAÇÕES DO PRÊMIO PÉROLAS? TÁ DEVAGAR O NEGÓCIO HEIN….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s